Atualmente as pessoas de ambos os sexos, valorizam cada vez mais a boa forma física e contornos corporais perfeitos. Com isso surge à busca pela estética para manter-se bem fisicamente. Desta forma, os profissionais devem estar cada vez mais em busca de novos conhecimentos e se capacitando para atender melhor esta demanda que veio para ficar, sem modismo.

Temos várias técnicas no mercado voltado a beleza desde uma drenagem linfática até procedimentos invasivos como as famosas cirurgias plásticas, onde a cada dia há novas descobertas. Mas nada desses recursos, procedimentos que estimulam o corpo adiantam quando a nutrição efetiva não está presente. Devido a falta de tempo as pessoas procuram facilidades com alimentos industrializados (alto indicie glicêmico e pouco nutriente adequado), assim acabam esquecendo da importância da qualidade nutricional. Não devemos deixar de lado que uma má alimentação está ligada à diversos fatores, sendo os principais como o stress e o sedentarismo.

Vendo todo esse processo, desencadeou um desejo maior de me profissionalizar melhor, buscando mais conhecimentos para agregar à nutrição com estética e a fitoterapia (o poder das plantas).

Com esse entrosamento (nutrição + estética + fitoterapia) a resposta para nosso corpo será bem significativa, possuindo um melhor desempenho no organismo, no físico (estética) e o principal, a saúde. Nada adianta investir na estética, suplementação, se não estiver com os nutrientes equilibrados no organismo. Todo o trabalho será imediatismo, terá a resposta por um tempo, voltando todo o problema, tornando um círculo vicioso, com gastos absurdos e com desistência ao final.

O objetivo da nutrição é prevenir e corrigir a falta de nutrientes através de planos alimentares e reeducação alimentar. Tudo baseado nos fundamentos da dietética, dietoterapia, suplementação de vitaminas, minerais e produtos nutricionais como os nutricosméticos.

Meu trabalho é baseado em anamnese, bioimpedância, onde esclareço dúvidas, explicando diferença entre nutrição e nutrição funcional que por muitas vezes pessoas relatam que se alimentam de forma saudável, mas não entendem o porquê de não conseguirem progredir, desenvolvendo celulite, obesidade, pele acneica, constipação intestinal, entre outros. Na Nutrição funcional o intestino é considerado nosso segundo cérebro e que na maioria das vezes com esses distúrbios citados desenvolvem uma Disbiose (inflamação intestinal) onde é tratado com probióticos para que se tenha uma boa absorção, a biodisponibilidade dos alimentos em nosso organismo.

Tento conscientizar indivíduos que sem uma reeducação alimentar não terá grandes resultados em seu corpo. Além disso, ressalto que um acompanhamento multidisciplinar é de extrema importância, pois a resposta será sempre positiva para a saúde e bem-estar. Venha conhecer a mais nova clínica da Vila Zelina!

Deixe uma resposta